Gatorrada?

Pois é, misturaram um gato e uma torrada e surgiu a gatorrada.

Calma, deixe-me explicar melhor. Um comercial da Flying Horse resolveu decifrar dois dilemas:

1º Por que raios qualquer torrada só cai no chão com a parte da manteiga virada para baixo?

2º Por que gatos só caem em pé?

Daí surgiu esse comercial, onde juntando essas duas questões originou-se uma força que só assistindo ao vídeo para entender!! #EuRi!!

P.S.: O gato não sofreu danos com a filmagem!! Via B9 😀

E se um gato soubesse usar o iPhone?

Esses dias postei “E se um cachorro soubesse usar o iPhone”, ri hooooooras lembrando de Júnior (cãozinho lindo, fiel e cor de mel da louquinha e minha amiga Cari Costa, principalmente da parte em que o cachorro fica espiando a gente comer!)!

Fiquei até imaginando como seria se no lugar de um cãozinho usando o Iphone, fosse o independente e enjoado gato! E não é que fizeram o SMS do Gato? Lá tem váaaarios bem legais e engraçados, separei alguns pra por aqui (os que são mais parecidos com Costelinha, meu fiel amigo e companheiro de todas as horas!). Veja e gargalhe também! 😀

Sempre assim... ¬¬

Isso acontece sempre com meu marido antes de ele sair! kkkkkkkkkkk!

Ele sempre finge que não existo. Sinto saudades de quando ele era apenas um filhotinho carinhoso e vinha quando eu chamava! kkkkkkkk!

Eles adoram ser carregados... ¬¬

Bicho estranho da zorra! kkkkkkkk!

Ele sempre me morde quando estou prestes a sair... ¬¬

Kkkkkkkkkk, ele faz isso comigo sempre! E qdo vou dar carinho, ele me morde... ¬¬

kkkkkkkkkkk! É assim mesmo! Me segue aonde quer que eu vá, miando sem parar. E quando chego perto do pote de ração, ele fica olhando desolado pro pote e depois olha pra mim, miando! Aquele interesseiro de uma figa!!!!

Isso se chama poder paranormal!! kkkkkkkkkkkk! Só ele enxerga! o.Õ

Essa vai pro meu marido!! kkkkkkkkkkkk! É assim meeeeeeeeeesmo!!

Dica da louquinha leitora Amanda Costa! 😉

Os diários…

Entenda como são narrados os dias de um cão e de um gato. Leia primeiro os relatos do cachorro, depois leia os do gato!

Imagino o gato como um presidiário contando os dias riscando a parede com a garra! kkkkkkkkkkkk! Vale muito a pena ler!

Dica de uma louquinha muito querida, Cari Costa! 😀