A árvore dos problemas

O carpinteiro terminou mais um dia de trabalho. Como era final de semana, e resolveu convidar um amigo para beber algo em sua casa.
Ao chegar, antes de entrarem, o carpinteiro parou por alguns minutos, em silêncio, diante de uma árvore que ficava no seu jardim. Em seguida, tocou seus ramos com ambas as mãos.
Imediatamente seu rosto mudou. Entrou em casa sorrindo, foi recebido pela mulher e filhos, contou histórias, e saiu para beber com o amigo, na varanda.
Dali podiam ver a árvore. Sem conseguir controlar sua curiosidade, o amigo perguntou o que fizera antes.
– Ah, esta é a árvore dos meus problemas – respondeu. – Sei que não posso evitar ter aborrecimentos no meu trabalho, mas estas preocupações são minhas, e não pertencem a minha esposa, nem aos meus filhos.
“Assim, quando chego aqui, penduro meus problemas nos ramos daquela árvore. No dia seguinte, antes de sair para o trabalho, eu os recolho de novo”.
“O mais curioso, porém, é que quando saio de manhã e vou procurá-los, alguns já não estão mais ali, e outros parecem bem menos pesados do que na noite anterior”.

Paulo Coelho.

Anúncios

Zéu Britto no Jô

Quem ainda não conhece essa figura baiana de Jequié, vai  conhecer é agora!

Aqui, ele é conhecido por seu jeito peculiar e suas canções “diferentes” e proibidas pra menores de 70 anos! Achei pelo You Tube, uma entrevista dele no Jô, de 2008, em que ele conta como perdeu sua virgindade… Imagine a cena… ¬¬ Mas ele, como sempre, deu um show e fez até música pra explicar o tal fato!

Confira aqui a entrevista completa.

Dica de filme pro fds

Scent Of A Woman

Queridos louquinhos e louquinhas espalhados por esse mundão afora, a dica de hoje é de um filme antigo, de 1992, mas que só vi ontem à noite e me apaixonei!

Chama-se, em português, Perfume de Mulher (título origional – Scent Of A Woman)e é estrelado por ninguém mais ninguém menos que Al Pacino! Ele como sempre, arrasou em sua performance, interpretando um senhor que foi Tenente Coronel no passado e que atualmente vive nos fundos da casa da filha, teve que aposentar-se cedo porque ficou cego. Nisso tem um jovem rapaz, estudante, que candidata-se pra tomar conta dele durante um fds por uns trocados e toda história começa bem aí.

O filme é simplesmente incrível e vale muito a pena ver!

Gatorrada?

Pois é, misturaram um gato e uma torrada e surgiu a gatorrada.

Calma, deixe-me explicar melhor. Um comercial da Flying Horse resolveu decifrar dois dilemas:

1º Por que raios qualquer torrada só cai no chão com a parte da manteiga virada para baixo?

2º Por que gatos só caem em pé?

Daí surgiu esse comercial, onde juntando essas duas questões originou-se uma força que só assistindo ao vídeo para entender!! #EuRi!!

P.S.: O gato não sofreu danos com a filmagem!! Via B9 😀